Desenvolvimento Pessoal: A quem beneficia? – Matthieu Ricard

Anúncios

Onde Florescem os lírios

Onde Florescem os lírios
Quero convidá-los a conhecerem a página cultural Onde florescem os lírios, criada pela minha mãe.
A página leva o nome de um filme muito emocionante de 1974.
O interessante é o seguinte: Foi este filme que meus pais se inspiraram em criar o meu nome, baseado na história de força e coragem da personagem Mary Call.
Curta a página: Onde Florescem os lírios
Um forte abraço,
Seguimos,
Merikol Duarte

Aceito, Acolho, Solto, Perdoo, Entrego, Agradeço

2012-11-17 21.57.02-1

Quando cada um de nós se propuser a caminhar e olhar para dentro, seguir no caminho do autoconhecimento, conseguiremos sentir e perceber que o Amor nos liberta, nos liberta dos julgamentos, das críticas, da raiva… é um caminho longo a se percorrer, no entanto é um dos pontos essenciais para alcançar o equilíbrio do Ser.

Quando estamos realmente presentes no momento Presente, conseguimos perceber estas mudanças internas.

+Presença +Consciência +Meditação +Conexão +Silêncio = Yoga

Com Amor,
Merikol Duarte

Ayurveda

Ayurveda

Ayurveda = palavra de origem sânscrita que significa a ciência da vida e do bom viver. Também pode ser traduzida como ciência da longevidade.
É o mais antigo sistema de cura do mundo, a ayurveda começou a se desenvolver na Índia há cerca de 5.000 anos. Sua base é o entendimento do ser humano como um conjunto de corpo, mente e espírito – e o preceito de que só há saúde no equilíbrio desses elementos.

Dosha é a caracterização do perfil biológico do indivíduo, de acordo com o ayurveda.
Existem três doshas: Vata, Pitta e Kapha, sendo que cada um apresenta suas determinadas características. Todas as pessoas possuem os três doshas, mas em proporções variadas. Eventualmente, há excesso ou carência de um deles, constituindo um desequilíbrio, que pode originar uma doença.

O ayurveda restabelece o equilíbrio original dos doshas da pessoa por meio de dietas, exercícios físicos, uso de plantas medicinais, meditação, yoga e massagem. Há muito a ser dito a respeito de cada um dos doshas, mas suas funções básicas podem ser definidas ampla e simplesmente: o dosha Vata é o princípio dominante no corpo, que controla o movimento; o dosha Pitta controla o metabolismo e a digestão; e o dosha Kapha é responsável pela estrutura física e pelo equilíbrio dos fluidos. Cada célula do corpo precisa conter esses três princípios a fim de sustentar a vida.

Você precisa ter Vata para se movimentar, para respirar, para que o sangue circule, para que os alimentos se desloquem através do aparelho digestivo e para enviar impulsos nervosos ao cérebro e a partir dele. Precisa ter Pitta a fim de assimilar e processar os alimentos, o ar e a água através dos diversos sistemas do corpo. Tem necessidade de Kapha, ou estrutura, para manter as células juntas e formar os músculos, a gordura, os ossos e o tecido conjuntivo.

Embora a natureza precise dos três princípios para criar e sustentar a vida humana, cada um de nós encerra diferentes proporções dos doshas em nossa constituição básica.
Quando digo, por exemplo, que uma pessoa é do “tipo Vata”, estou querendo dizer que certas características Vata são dominantes em sua estrutura.

Os indivíduos do tipo Pitta ou do tipo Kapha terão suas características predominantes particulares.
Ao identificar e compreender seu tipo de corpo, você pode colocar sua alimentação, sua rotina diária e até mesmo seu comportamento em perfeita harmonia com sua fisiologia como um todo ‒ e você começa a ter acesso a suas reservas internas de energia.

 
Fonte: Flavia Lippi

Novo jeito de caminhar

Yoga - Sorocaba (9)

Se as coisas não estão do jeito que você gostaria, então mexa-se! Mude o passo, o corte de cabelo, de atividade, de parceiro… se não precisar trocar, então mude o jeito como anda tratando certas coisas, certos assuntos. Mude o comportamento.
Se a relação pessoal está ruim, converse. Mostre o que não estão bom, melhore a cada dia. Se não rolar um acordo, então mude, troque, mas não permaneça no mesmo lugar.
 
Faça um novo curso. Aprenda um novo idioma. Conheça novos lugares.
 
Se o trabalho está cansativo, sem perspectivas, maçante, reveja o que está faltando, onde será possível fazer melhorias, se não está mais afim de continuar nisso, dê uma pesquisada em novas possibilidades.
 
Arrisque-se mais. Ouse mais. Sinta/Ouça o seu coração.
Conecte-se com o seu Ser, com a sua intuição.
 
A vida é um eterno movimento, então veja, sinta, reflita o que não está tão bem assim, saiba quais são os pontos que precisam de uma boa chacoalhada e vai! Mexa-se!
Arrume um novo jeito de caminhar.
 
Merikol Duarte

Pequenos Yogis

2015-05-28 19.55.05

Yoga significa união e ainda que muitas pessoas pensem que este termo seja referente à união entre corpo e mente ou entre corpo, mente e espírito, a união entre a consciência individual e a Consciência Universal, um estado de consciência que nos ajuda a atingir este estado de união com o divino.

O Yoga é acima de tudo um sistema perfeito de autoconhecimento. Seu objetivo é o desenvolvimento harmônico do corpo, da mente e da alma, é um caminho interior cujo ponto de partida é o coração. É a disciplina da mente, dos sentidos e que ajuda na coordenação e controle das forças sutis inerentes ao corpo.

Leva à perfeição, à paz e à felicidade infinita. Você sempre terá paz de espírito através da prática do Yoga. Com ela você terá um sono reparador, experimentará um aumento de energia, vigor, vitalidade, longevidade e ótimas condições de saúde.

  • trecho extraído do site Pequenos Yogis